Com a ajuda da bisneta Brianna Nelson, uma idosa conseguiu reencontrar o irmão, que não via há mais de 70 anos.

A bisavó Betty Housseal, que tem 87 anos e mora em York, na Inglaterra, não esperava a surpresa que reuniu novamente a família.

Em um post na página do Facebook da revista Retro York de 5 de fevereiro, a bisneta pede ajuda para encontrar o irmão da bisavó:

“Esta é minha bisavó Betty Housseal (Emig). Ele era uma das 14 irmãs, a mais nova e nasceu em 1931. 3 irmãos nasceram depois dela. Um irmão ainda está vivo e mora em York. Ele foi adotado, mas ele pode não reconhecê-la. Estou tentando entrar em contato com ele. Acredito que tenha, por volta de 70 anos. É conhecido como Cordell Dawson e sua esposa é chamada de Joann. Eu acredito que eles tenham uma filha chamada Cheryl que é casada e morava no Monte. Área de Zion Road, mas a casa foi vendida em janeiro, então eu quero mandar uma nova carta para os novos proprietários. Se alguém puder ajudar a reconectar esses irmãos, ou mesmo informar se ele não gostaria, eu adoraria a ajuda!”

Betty Housseal era a mais nova, e no início da década de 1930, ela foi diagnosticada com poliomielite, um dos primeiros casos no Condado de York, de acordo com um vídeo do YouTube.

Como os 3 irmãos nasceram depois de Housseal, ela não conviveu com o mais novo, que foi adotado por outra família.

A nova família do irmão morava na rua, mas ela foi proibida de falar com ele.

Cordell Dawson, o novo nome de seu irmão mais novo, era a única coisa que Housseal conseguia se lembrar.

Deu certo

A publicação deu certo. Em menos de duas semanas do post, a idosa ficou cara-a-cara com seu irmão.

No vídeo do YouTube, Housseal cumprimenta seu irmão enquanto ele se aproxima de uma mesa em um restaurante e os dois finalmente, se abraçam.

Após décadas de separação,  Housseal e Dawson eram só sorrisos.

  • Siga a Revista Saber Viver Mais no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Saber Viver Mais no Facebook aqui. 

Fonte:News Rondonia

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS