Temos de repudiar qualquer abuso de animais, mas continuamos a admirá-los e a encontrar uma maneira de continuar a observá-los. Foi nisso que o Circus Roncalli se concentrou, que se tornou a primeira empresa a substituir animais, colocando hologramas no lugar.

A admiração pelo conhecimento tecnológico é combinada com o amor que temos pelos animais, que é ampliado e manifestado da maneira correta, respeitando-os; deixando-os em seu habitat natural e desfrutando de hologramas que os representam.

Aproximadamente 250 anos atrás, os espetáculos de circo foram iniciados por Philip Astley. O homem começou com acrobacias em cavalos e não teria ideia do que desencadearia. Tornou-se comum ver animais fazendo espetáculos de circo e sendo maltratados.

Mas esses tempos parecem começar a acabar, campanhas contra circos que usam animais conseguiram expor a situação e cada vez menos pessoas participam dessas funções, então os circos passaram a se reinventar.

O Circo Alemão Roncalli, por exemplo, optou por 11 projetores a laser Optoma ZU850, lentes BX-CTA03 estrategicamente localizadas em uma tenda de 32 metros, o resultado é fantástico.

Os animais que são recriados podem ser vistos a 360 graus, então ninguém fica sem vê-los. Peixe voador, cavalos galopantes, elefantes dançando (sem serem maltratados) e tudo o que você pode ver nesta proposta inovadora que promete revolucionar a indústria do circo como a conhecemos.

A criatividade do ser humano pode ser usada para o bem e este circo mostra isso, sempre haverá uma solução que não magoará ninguém.

Traduzido e adaptado do site UPSOCL – por A Soma de Todos os Afetos

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS