Sempre conversamos sobre a sabedoria dos anciãos, que realmente adquiriram todo esse conhecimento ao longo dos anos. Bem, este casal foi criado sob os ensinamentos da mãe terra em sua tribo maia.

Eles são da região de Petén, na Guatemala e, há alguns anos, encontraram um filhote de onça-pintada completamente negro.

Em vez de abandoná-lo por medo de ser agredido por sua mãe ou algo assim, eles decidiram dar-lhe uma segunda chance e criá-lo. Realmente não podemos imaginar como isso poderia ser tão fácil, mas a verdade é que esse grande animal é muito grato.

Sua alimentação era muito complicada, eles precisam de grandes quantidades de alimentos devido ao seu grande tamanho.

Mas o que eles poderiam dar a ele? Talvez fosse carne? Isso sem dúvida seria um risco, uma vez que torná-lo “carnívoro”, como exige sua natureza, não seria  algo fácil de conviver . A verdade é que eles estão com ele há muitos anos e ele não é mais um filhote.

Esse animal adulto pode pesar de 50 a 130 kg, quem admira a fotografia vê que é muito bem alimentado.

Certamente é um pouco difícil ter que carregá-lo ou levá-lo de um lugar para outro; a verdade é que, em seu rosto, você vê que os ama. Eles podem ser mantidos em seus braços com muita calma, lembrando-nos um pouco do filme “O livro da selva”.

É por isso que eles se tornaram muito populares nas redes, porque mostra que a única coisa que eles deram a ele foi sua ternura e, em resposta, eles receberam muito amor.

Eu acho que tendo esse gatinho em casa, ninguém vai querer mexer com esse casal de idoso. Funciona melhor do que qualquer cão protetor, porque é um felino ágil que certamente fará de tudo para proteger seus criadores.

Algo que chamou a atenção nessa onça-pintada é a cor preta, devido a uma particularidade na produção de melanina que deixa o pelo dessa cor . Segundo a Wikipedia, todos os gatos com essa particularidade em seu tom são chamados de jaguar.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS