Nesta terça-feira a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que vai aumentar a pena em quatro vezes para quem comete maus-tratos ou abuso contra animais domésticos e silvestres.

Inicialmente a pena era de três meses a  um ano, agora passa a ser de quatro anos. O projeto ainda prevê que a pena poderá ser aumentada em até um terço se o animal morrer ou se ficar constatado que houve ato de zoofilia – abuso sexual de animais.

A votação, simbólica, foi resultado de acordo entre os partidos. Os deputados aprovaram o projeto de lei dias depois da morte de um cachorro em um supermercado em Osasco (SP).

Para quem não se lembra da história, o cão conhecido como Manchinha, morreu por hemorragia após ter sido supostamente envenenado e espancado por um segurança de uma grande rede de hipermercado. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público.

O projeto segue agora para votação no Senado.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações: G1

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS