Um coisa é certa, uma nova chance é merecida por todos, principalmente quando se trata de seres inocentes e injustiçados, como é o caso da Melzinha, uma cachorrinha dócil que foi resgatada quando era filhote das mãos de um ex-dono que judiava muito dela.

“Oi amiguinhos! Melzinha foi regatada por mim quando tinha 7 meses de vida. Sofria maus-tratos, mesmo sem merecer nada disso”, escreveu para Van Zanardo, mãe adotiva dela, em uma postagem que foi publicada nas redes sociais.

A violência contra a inocente foi tão grande que ela chegou a perder seus olhos. “Conto pra ela que não teve como salvá-los e o tio oftalmo precisou retirar os dois”, revelou a dona.

Felizmente, essas lembranças tristes fazem parte do passado. Hoje, a Melzinha vive cercada por amor, carinho e muita atenção de uma família que a adotou.

“Ainda bem que minha mamaim apareceu na minha vida. Ela ajudou a curar as dores do meu corpinho e do meu coração e hoje voltei a confiar de novo nas pessoas… sou muito amada e muito mimada”, disse.

A postagem de Zanardo viralizou rapidamente, e foi lida por milhares de internautas em poucos dias. Devido a repercussão da história, a dona resolveu aparecer nas redes e comentou o seguinte:

“AUbrigado AUmiguinhos pelas mensagens de carinho 💕🎀 Minha mamaim está lendo todas pra mim e está deixando meu coraçãozinho quentinho💕🐾. Mamaim e Melzinha que enxerga com o coraçãozinho autorizam a publicação”, disse a dona da Melzinha.

Nos comentários do post, diversos internautas participaram anexando foto de histórias semelhantes.

“Oi Mel eu sou a Sol, também sou cega; vivia no sofrimento até minha mãe me pegar – hoje sou a cachorra mais feliz desse mundo, tenho uma irmã que minha mãe resgatou da rua, a Lua, nós somos muito amadas igual a você 😍😍”, comentou Priscila Oliveira Corrêa, a qual compartilhou a foto abaixo:

“Brigadinha gente… Esse é meu tato, o Igor, que ajuda mamaim a cuidar de mim 🥰”, postou Van Zanardo nos comentários.

“Anjinho lindo. O Dobby manda lambeijos”, disse Elaine Braga:

“Ela é muito linda!!! Li no jornal Estado de São Paulo essa semana sobre um aparelhinho de coleira, que vibra quando fica muito perto de algum móvel ou parede. O cãozinho aprende logo a perceber a razão da vibração. É interessante caso você a leve para outros endereços a passeio ou mudança de casa. Custa uns 450 reais. Pode ser interessante algum dia 🙋🏻♀️”, escreveu Cristina Guerra de Moraes.

Com informações: Catiororeflexivo

RECOMENDAMOS