Segundo uma pesquisa realizada fenômenos climáticos contemporâneos podem acabar com os estoques de cerveja no mundo. O estudo foi divulgado nesta segunda-feira (15) pela revista Nature Plants.

Os cientista chegarão a essa conclusão ao ver que o aumento das secas e ondar de calor, agravadas pelo aquecimento global, trará declínio nas produções de cevada, principal ingrediente da cerveja. O impacto será ainda maior se as emissões de carbono continuarem no nível atual.

Em uma reportagem segundo a BBC, a a perda de produtividade pode chegar a 17%. As consequências serão o preço da cerveja dobrar ou triplicar em alguns locais do mundo.

De acordo com a pesquisa, apesar dessa previsão não ser a mais preocupante do aquecimento global causado pelo homem, a oferta e acessibilidade econômica da cerveja pode estar ameaçada.

O estudo foi realizado por cientistas da Universidade da Califórnia, da Universidade Chinesa de Pequim, da Academia Chinesa de Ciências Agrícolas, do Centro Internacional Mexicano para Melhorias do Milho e do Trigo e da universidade de East Anglia (Inglaterra).

De acordo com a reportagem, o principal objetivo do estudo é mostrar como as mudanças climáticas poderão afetar o dia a dia das pessoas e a qualidade de vida delas.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Com informações:Midiamix

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS