‘Isso só fortalece nosso trabalho que não está fácil’, afirmou um dos bombeiros.

As imagens que sempre chamam atenção nas cenas de busca e resgates que circulam após o rompimento da barragem em Brumadinho, é a dos bombeiros sempre corbertos de lama.

Filho de bombeiro, Márcio Santos teve a ideia de juntar voluntários para lavar as fardas dos militares

“Eu vi os bombeiros descendo do helicóptero com a roupa muito suja. Eu lembrei do meu pai que chegava no dia seguinte do plantão com a roupa toda suja de sangue. Aí eu perguntei para ele como eles usariam essa roupa no dia seguinte. Ele então disse que usariam da mesma forma, com o jato de água que eles davam no fim do dia”, disse Márcio

No começo a lavanderia que funciona no fundo de uma igreja, lavava 40 farda, atualmente eles já recebem 200 por dia. O aumento do numero de uniformes fez com que os voluntários se revezem em três turnos.

Só que além da roupa limpinha, os bombeiros agora encontram bilhetes de agradecimento. “Muda o dia, é muito gratificante chegar e saber que tem pessoas aqui, tem sorriso, tem um amor ao próximo. Isso só fortalece nosso trabalho que não está fácil”, contou o cabo Pedro Henrique Pereira.

“Existe muita gente que gostaria de estar com eles e nós podemos verbalizar isso em nome dos brasileiros que estão gratos aos bombeiros por tudo que estão fazendo por nós”, apontou Márcio.


Bombeiro lê recado deixado pelos voluntários que lavam roupas em Brumadinho — Foto: Reprodução/Globo

Lavanderia montada pelos Batistas mineiros para que a cada dia os militares recebam suas fardas limpas para mais um dia de trabalho de resgate em Brumadinho. Isso é COMPAIXÃO E GRAÇA EM AÇÃO.#FalaSil #Brumadinho #Solidariedade

Posted by Fala Sil on Wednesday, January 30, 2019

 

  • Siga a Revista Saber Viver Mais no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Saber Viver Mais no Facebook aqui. 

Informações:G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS