Embora a aparência do maxixe no primeiro momento cause alguma estranheza, a verdade é que o fruto, além de gostoso, é supernutritivo. Então se você já está pensando em usá-lo nas suas receitas, saiba que essa é uma ótima ideia, já que benefícios não faltam a esse alimento. Conheça alguns deles:

É rico em cálcio

Embora o leite seja sempre lembrado como uma grande fonte de cálcio, é bom frisar que o mineral também aparece em outros alimentos que temos na natureza – sendo um deles justamente o maxixe. Sua grande vantagem é o fortalecimento de ossos e dentes, o que evita problemas relacionados a eles, como é o caso da osteoporose.

Maxixe é um poderoso antioxidante

O primeiro ponto positivo em relação ao maxixe é que ele é um antioxidante poderoso. Isso significa que evita a oxidação celular ao combater os radicais livres, impedindo não apenas o envelhecimento precoce como também fortalecendo o sistema imunológico. Com isso, reduz bastante as chances de o corpo sofrer com os mais diversos tipos de doenças, o que inclui até o câncer.

Ajuda a evitar a anemia

A anemia ocorre quando o sangue está com uma baixa taxa de hemoglobina, e para evitá-la o mais indicado é consumir ferro, já que ele é responsável pelo aumento dessa proteína no sangue. Já a vitamina C ajuda na absorção desse mineral pelo corpo, e por isso a combinação dos dois nutrientes é ótima. Felizmente, o maxixe pode se orgulhar de ser um dos alimentos que possui essa característica, e por isso ajuda tanto a evitar quanto a combater a anemia.

Maxixe ajuda o corpo no processo de cicatrização

Além de possuir boas quantidades de ferro e cálcio, o maxixe também é rico em zinco, mineral que, entre outras características, auxilia o corpo no processo de cicatrização. A razão é bem simples: ele ajuda as feridas a fecharem rápido por atuar nos fibroblastos, células que ficam no tecido conjuntivo (que forma a “segunda camada” da pele).

Valores nutricionais do maxixe

Uma porção de 100 gramas da parte comestível do maxixe conta com os nutrientes a seguir, de acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco) elaborada pela Unicamp.

  • Energia: 14 kcal
  • Proteínas: 1,4 g
  • Carboidratos: 2,7 g
  • Fibras: 2,2 g
  • Cálcio: 21 mg
  • Magnésio: 10 mg
  • Fósforo: 25 mg
  • Sódio: 11 mg
  • Potássio: 328 mg
  • Zinco: 0,2 mg
  • Vitamina C: 9,6 mg

Com informações:Vix

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS