Com uma gravidez muito complica Molli Porter, moradora do Alabama, escutava de vários médicos que não havia muito o que fazer para salvar o seu bebê.

A chance de sobrevivência do feto era de apenas 2%, o parto foi realizado na 22ª semana era quase o caminho para o atestado de óbito.

Molli e o marido passaram por 16 hospitais em três estados, a tentativa era de encontrar um local que conseguisse acomodar o pequeno Cullen da melhor maneira possível, detalhe o bebê ainda estava no ventre materno.

Molli foi transferida então para USA Children’s and Women’s Hospital, em Mobile (Alabama),onde passou por cesariana.

Cullen foi um verdadeiro guerreiro, superando todas as expectativas, para celebrar a direção do hospital e os pais realizaram uma “formatura” pelos 160 dias passados no centro hospitalar.

Com capelo(o tradicional chapéu de formando), com uma beca e até uma música solene, o bebê foi receber na semana passada o “diploma” de “formado em CTI neonatal”, nos braços de Jewel Barbour, a enfermeira que cuidou dele nesses 160 dias.

Cullen o “pequeno sobrevivente” está pronto para o seu lar. E viver muitas outras formaturas!

“Eles (funcionários do hospital) são maravilhosos. Eles acreditam nesses pequenos bebês e dão a eles a chance de lutar que merecem”, escreveu Molli no Facebook.

Assista:

A baby boy born at 22 weeks in our Level 3 Neonatal Intensive Care Unit (NICU) recently "graduated." We love the cap and gown!

Posted by USA Children's & Women's Hospital on Friday, August 24, 2018

Informações: Extra

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS