Sim, é possível que as baratas mordam pessoas, no entanto, isso que não quer dizer que se tiver baratas em sua casa elas irão te morder. São insetos de hábitos noturnos, onívoros, as baratas podem comer qualquer coisa comestível, e os humanos não são uma exceção.

Mesmo com tantos tipos de baratas existindo no mundo, o leitor pode achar esta pergunta estranha e até, rir da possibilidade, mas a verdade é que sim, baratas mordem.

Por um lado, é claro que, se houvesse uma probabilidade muito grande de uma pessoa morrer em função de uma mordida de uma barata, nós todos estaríamos cientes do problema.

Por outro, como a possibilidade, ainda que remota, existe, não nos custa constituir uma espécie de FAQ (lista de perguntas frequentes) sobre o tema.

Então, a seguir, falaremos sobre o comportamento das baratas, seus hábitos peçonhentos e também, sobre os riscos que corremos com a presença delas.

Para começar, há uma comparação com outro inseto, que pode jogar uma luz inicial sobre a discussão: o barbeiro.

Sim, aquele inseto que transmite a doença de chagas, que se esconde em frestas e costuma nos picar apenas enquanto dormimos.

Não é uma explicação definitiva, mas um primeiro vislumbre, então, vamos ao que interessa.

Baratas Mordem, Sim Senhor!

Todos os tipos de baratas são capazes de nos morder, mas como já demos a entender, pelos seus hábitos, raramente tem o ímpeto (ou a coragem) de nos enfrentar durante o dia.

Em geral, estão mais interessadas naqueles três pilares da sobrevivência, válidos para qualquer espécie animal:

  • Alimento;
  • Abrigo;
  • Reprodução.

Portanto, considerando que as baratas não se alimentam de nós, mas sim, daquilo que descartamos, não há razão para nos atacarem.

Junte-se a isto o fato de que sua picada é pequena, podendo muito bem passar despercebida e temos o quadro final, que faz com que tenhamos a impressão de que o problema não existe.

Quais Tipos de Baratas são mais Propensas a Morder Pessoas?

Na prática, há três tipos de baratas mais comuns, todos capazes de criar problemas de saúde em função das mordidas em pessoas, vejamos quais são.

Qual as chances delas nos atacarem ou nos morderem? Em comparação com outros insetos, as baratas são muito propensas a morder pessoas enquanto dormimos, no entanto, embora capazes, baratas não são agressivas o suficiente para nos morder enquanto estivermos acordados.

1. Barata Alemã (Blattella Germanica)

Como você pode perceber, apesar do nome diferente, a barata germânica é um dos tipos de baratas mais comuns e também, o mais conhecido no Brasil.

É raro que as baratas alemãs queiram nos morder e mesmo assim, os casos registrados estão quase sempre ligados a infestações em larga escala.

Ou seja, em condições normais, o comportamento das baratas alemãs, as faz se alimentar de restos (incluindo pele morta), sem nos incomodar mais, do que a sua presença já incomoda.

2. Barata Americana (Periplaneta Americana)

A barata americana tem duas curiosidades dignas de nota. Primeiro que, apesar do nome, sua origem é africana e talvez por isso, seja menos numerosa nas Américas.

Segundo que, sendo diferenciada fisicamente com a variedade alemã, distinguir entre ambas é fácil, a americana apresenta uma coloração um pouco mais escura.

Em geral, também são maiores, podendo chegar aos 3,5 cm de comprimento e assim, sua picada é mais facilmente perceptível (simplesmente por ser maior).

De outro lado, parece ter um comportamento um pouco mais agressivo que suas congêneres, o que nos leva a um último tipo, mais destacado dentre os tipos de baratas.

3. Barata Australiana (Periplaneta Australasiae)

Em muitos sentidos, semelhante em aparência a versão americana, a barata australiana é grande, mais escura e também, mais agressiva que as alemãs.

Estas duas últimas variações são as principais responsáveis pelos relatos de mordidas e também, a fonte de muito que conhecemos sobre o assunto e os perigos representados por estes animais.

E assim, feitas as apresentações, podemos agora passar para o nosso FAQ, tentando esclarecer como e porque as baratas mordem.

Podemos Morrer em Função da Mordida de uma Barata?

A mordida de barata pode matar uma pessoa? Infelizmente, a resposta é sim, mas isso envolve duas situações extremas: uma predisposição individual (o que é raro), ou a exposição prolongada em ambientes de infestação (o que é relativamente simples de reconhecer).

Mas, não há motivo para desespero porque, como dissemos, é preciso que uma série de fatores concorra para que as consequências sejam tão pesadas, a ponto de provocar o óbito.

A situação mais facilmente imaginável, é que por coincidência, a picada da barata ocorra em alguma ferida exposta, em conjunto com a presença de bactérias na saliva do inseto, de forma a causar uma infecção.

Mesmo assim, seria necessário deixar a picada sem tratamento ou limpeza, por bastante tempo, até que as toxinas se espalhassem pelo corpo.

Resumindo, a chance de um evento destes ocorrer é quase nula, mas aumenta em caso de infestação e para evitar isso, teremos algumas dicas no final deste texto.

Prevenção e Limpeza: Palavras de Ordem Contra Baratas

Certo, baratas mordem, mas cá entre nós, mesmo que não mordessem, sua simples presença já seria incômodo suficiente para exigir alguma atitude.

E assim como o comportamento das baratas é bastante conhecido, as medidas para se livrar delas também são.

Se o leitor está lembrado, dissemos que estes insetos são como qualquer animal quando se trata dos pilares da sobrevivência: abrigo, alimento e reprodução.

Não há muito que você possa fazer quanto a reprodução, mas se mantiver sua casa limpa e com poucos abrigos, dificilmente verá baratas se reproduzindo por perto.

Assim, procure ficar atento aos seguintes pontos:

  • Acúmulo de lixo no quintal;
  • Papel (celulose) guardado;
  • Sótãos, porões e garagens (ou lugares com pouca circulação de pessoas);
  • Pequenos vazamentos de água ou sinais de umidade;
  • Condições dos terrenos vizinhos;
  • Restos de comida pela casa.

Normalmente, quando adotamos uma rotina de limpeza e cuidados com as áreas externas, dificilmente veremos mais do que uma ou outra barata perdida em casa, provavelmente, tentando encontrar um lar para si.

Não havendo comida e água ou abrigo, as chances dela se estabelecer são nulas e, portanto, as chances de ser mordido são virtualmente inexistentes.

Lembre-se também que, assim como você é uma fonte de alimentos, seus animais de estimação também podem ser.

Isso significa que, tendo animais em casa, é necessário incluí-los na rotina de limpeza, tanto pela sujeira que podem fazer pela casa, quanto em relação ao banho.

Se migalhas presentes nas nossas mãos podem atrair os insetos, imagine as guloseimas que podem existir para as baratas, na pelagem grossa de um cachorro, por exemplo.

  • Siga a Revista Saber Viver Mais no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Saber Viver Mais no Facebook aqui.

Fonte: DDribeira

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS