O mundo todo está em uma corrida frenética, as pessoas estão sempre com pressa e sem tempo. Preocupações com o trabalho, com reuniões de negócio e com a família aumentam a cada dia.

E nesse ritmo efervescente a população esquece que a vida é um presente, uma bênção que foi concedida a todos e que deve ser bem vivida e aproveitada. Esquece de cuidar da própria saúde e de ter uma boa qualidade de vida.

Em 2007, pesquisadores da Universidade de Cambridge divulgaram um estudo comprovando que hábitos saudáveis como fazer atividade física, comer frutas e vegetais, não ingerir álcool e não fumar aumentam a expectativa de vida em até 12 anos.

Pequenos hábitos e mudanças no dia a dia podem ajudar o ser humano a ter uma melhor qualidade de vida. Criar um novo hábito pode não ser muito fácil, mas é a melhor opção para quem quer viver mais. A parte mais difícil da mudança está nos primeiros 120 dias, após esse prazo a mudança torna-se um hábito e passa a ser parte da rotina de cada um.

Para essa mudança saudável, listamos dez hábitos que vão prolongar a sua vida:

Praticar exercícios físicos

A atividade física além de ajudar a ter mais saúde, ajuda a pessoa a ter mais disposição, a ser mais produtiva e mais feliz.

Deixar o prato colorido

Quando há esse contraste de cores a refeição está completa. Cientistas holandeses confirmaram que deixar o prato colorido com hortaliças e frutas de diferentes tipos ajuda a evitar o desenvolvimento de tumor no pulmão.

Diminuir o consumo de doces e açúcar (principalmente o refinado)

Algumas doenças como a diabetes, dos vasos sanguíneos e cardíacas são causadas pela grande quantidade de açúcar. O açúcar contém muita caloria e contribui para o acúmulo de gorduras, na barriga principalmente.

Comer grande variedade de alimentos várias vezes ao dia em porções reduzidas

Comer várias vezes ao dia ajuda no funcionamento do intestino e deixa o metabolismo alto.

Ter uma boa noite de sono

É tão importante para prevenir doenças quanto comer bem ou praticar exercícios. O ideal é ter um horário para deitar e despertar. O neurologista Rubens Reimão, do Hospital das Clínicas de São Paulo afirma que “esses cuidados são cruciais para que o organismo relaxe e cumpra tarefas exclusivas da madrugada”.

Beber pelos menos 2 litros de água por dia

A nutricionista Tânia Rodrigues conta que o corpo de um adulto gasta em 24h uma média de 2 litros de água em funções como respiração, digestão, transformação dos nutrientes em energia e outras tarefas.

O que foi consumido precisa ser reposto. Além do envelhecimento precoce, a desidratação ajuda no aparecimento de doenças como alergias, asma, enxaqueca, entre outras.

Diminuir o consumo de sal, assim como temperos prontos e caldos de carne

De acordo com o cardiologista Leno Lopes, “quando o sal entra no corpo, ele é absorvido pelo intestino e vai direto para o sangue. Se é consumido em grande quantidade, cai na mesma proporção nos vasos.

Como a água do corpo é sugada pelo cloreto, o organismo, na tentativa de manter o equilíbrio e normalizar a falta de água, eleva a pressão arterial para aumentar o fluxo de sangue circulando”.

Diminuir as frituras

Os alimentos fritos têm características inflamatórias, podem trazer resistência à insulina, acúmulo de gordura abdominal e aumento da pressão arterial. Dê preferência aos óleos de origem vegetal na preparação dos alimentos – óleo de girassol, de soja e de canola.

Elimine o refrigerante

É uma bebida que contém muito açúcar e nenhum valor nutricional. Possui uma grande quantidade de sódio, o que pode aumentar a pressão arterial. Os refrigerantes do tipo cola deixam os ossos mais fracos, pois elimina o cálcio.

Tenha uma atitude positiva e um tempo para lazer

Não leve a vida tão a sério, evite pensamentos improdutivos e pessimistas. Ame mais, sorria mais, viaje mais e preocupe-se menos.

Com esses hábitos não teremos apenas uma vida mais longa, teremos também uma vida mais feliz. Sigamos o que Brigham Young, um líder religioso, ensinou: “procuremos portanto ampliar ao máximo a vida presente, observando todas as leis de saúde, preparando-nos para uma vida melhor, pelo correto equilíbrio entre o trabalho, estudo, repouso e recreação”.

Fonte: Família.com.br
Autor: Patty Moura Rossetti

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS