Existe um ditado que diz: “fazer o bem sem olhar a quem”, a advogada Márcia Regina Pini, decidiu fazer uma ação visando ajudar ao próximo seja ele quem for.

A forma pensada foi construir no muro da sua casa um bebedouro com água gelada para moradores de rua ou qualquer pessoa que estivar passando mate a sede, a fonte fica na Rua Brasília, no bairro de São Cristóvão no Rio de Janeiro.

Marcia Regina se sensibilizou ao descobrir que muitas pessoas que moram na rua tem problemas renais por não beberem a quantidade que necessitam de água.

Foi a partir disso que Márcia Regina começou a trabalhar com a ideia de construir um bebedouro. Então após o planejamento ela comprou uma pia, torneira e um equipamento para manter a água sempre fresca e gelada. “Eu fiquei pensando em uma forma que eles (moradores de rua) não precisassem tocar a campainha. E não só para atender essa população, mas qualquer pessoa que passar. Afinal, a água é a fonte da vida. A sede é uma tortura”, contou.

Início

A advogada conta que no começo, a ideia foi recebida com desconfiança por alguns familiares e vizinhos. Mas depois todos perceberam a relevância da ação. “Às vezes as pessoas têm medo, ficam preocupadas, mas a população de rua não é violenta. Hoje, a gente vê pessoas passando, enchendo a garrafinha e eu fico feliz de poder contribuir”.

Todos os dias a advogada e os familiares se revezam na tarefa de limpar o bebedouro e colocar copos descartáveis. Um dos detalhes que deixa o bebedouro com um charme especial é a decoração montada em azulejos. “Eu quis fazer uma arte e tinha alguns restos desse material, planejei e acabou saindo. Lembra uma tulipa”.

Porém Márcia não quer ficar só no bebedouro, a próxima ideia a ser executada é uma cantina para alimentar aqueles que vivem nas rua da cidade.

Com informações:G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS