“Eu conheci os olhos mais brilhantes que já vi pessoalmente.”

As diferentes etnias e culturas dos povos nativos que habitam o mundo podem deslumbrar-se com a sua beleza quando são descobertas. É nisso que trabalha o fotógrafo Diego Huerta, que se dedica a passear pelo México para retratar com sua câmera as melhores imagens de lugares e pessoas que mostram as mais belas daquele país. E foi assim que ele conheceu Adriana, uma pequena menina surda que deixou Diego atordoado por sua incrível beleza.

E ele não hesitou em retratá-la.

E desde então seis anos se passaram. E Diego queria voltar para Copainala para ver Adriana. Ele ficou surpreso que ela ainda tinha a mesma beleza que o fez querer capturar uma imagem dela.

E ele a fotografou novamente com a mesma roupa.

Sua beleza é intocável.

“Nunca foi a cor, é o que está por trás desse olhar. Nunca foi a cor, sempre foi Adriana, a garota mais bonita do México “

-Diego Huerta no seu site

Diego a descreveu como a “garota mais bonita do México” por seus “olhos brilhantes” e uma beleza semelhante à de “paisagens que fazem com que alguém se vire”.

Por outro lado, Diego aproveitou o momento para tirar uma foto com a garota e assim poder selar de uma maneira boa uma reunião que marca sua carreira.

https://www.instagram.com/p/BPNoxIgDIzk/?utm_source=ig_embed

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS