Médicos que acompanharam a recuperação milagrosa de um estudante do Alabama, nos Estados Unidos, não tem outra explicação para a cura de sua lesão cerebral além de Deus.

“Meus médicos me disseram que a ciência não pode explicar minha recuperação”, disse Cole Burton à Fox 5 em Atlanta. “Eles me disseram que Deus tem algo a ver com isso”.

Em maio do ano passado, o estudante de geologia da Universidade de Auburn, de 21 anos, estava com seus colegas de classe examinando rochas ao longo de uma estrada. Até que uma picape dirigida por um motorista alcoolizado perdeu o controle e colidiu contra Burton e seu parceiro de laboratório, Nick Hood, que morreu tragicamente pouco depois.

Uma semana depois, sem respostas aos procedimentos médicos, os pais de Cole foram confrontados com a opção de desistir do tratamento. Eles se recusaram depois de orar sobre a decisão e se agarrar ao versículo de Efésios 3:20, que diz que Deus “é capaz de fazer infinitamente mais”.

“A Deus seja a glória”, declarou Charlie Burton, pai de Cole. “Contra circunstâncias avassaladoras, esse versículo nos deu coragem de pedir a Deus por um milagre. Ficamos humildes pelo fato de algumas pessoas não experimentarem a cura. Há coisas que nunca entenderemos, mas no momento essa foi a nossa fé, que Deus é capaz”.

Em vez de ficar em estado vegetativo pelo resto de sua vida, os pais de Cole o viram melhorar a cada dia.

“A maioria dos pais só tem o privilégio de ver o filho andar pela primeira vez uma vez. Agora, já vimos isso pela segunda vez”, disse Charlie ao Shepherd Center, onde Cole está recebendo oito horas de fisioterapia intensa toda semana.

O Dr. Chelsea Day, um de seus neuropsicólogos na Shepherd, disse que Cole conseguiu se superar graças ao apoio da família. “Ele não está sozinho nisso”, afirmou. Cole concordou: “Todos nós vencemos as probabilidades”.

Burton está tendo aulas online e espera voltar ao campus da Auburn em setembro. Ele completou duas maratonas de 5 km e pretende correr 10 km em julho.

“Cole está fantástico”, disse seu pai. “Minha esposa e eu vemos os pequenos milagres que acontecem todos os dias. Isso te rouba completamente a capacidade de reclamar sobre a maioria das coisas com as quais nos preocupamos hoje”.

Via: Guiame

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS