Por Philip Kosloski

Páscoa é o ápice do cristianismo. São Paulo Apóstolo bem declarou que, “se Cristo não ressuscitou, vã é a nossa fé“. A celebração central dos cristãos se tornou parte da cultura de povos do mundo todo, que a comemoraram, além da liturgia, também com várias tradições locais muito ricas em significado.

O católico povo da Polônia, em particular, tem um dos mais belos conjuntos de tradições que giram em torno ao Domingo de Páscoa e aos dias que o antecedem e subseguem.

Conheça quatro delas, que ressaltam a expectativa e, depois, a alegria pela Ressurreição de Jesus:

1 – Vigília junto ao sepulcro

Após a liturgia da Sexta-Feira Santa, é costume entre os católicos poloneses montar guarda dentro da igreja junto a uma estátua de Jesus retirado da cruz. Essa vigília simbólica é marcada pelo silêncio e pela oração contemplativa pessoal em luto pela morte de Jesus e, principalmente, em confiante aguardo da Sua Ressurreição.

2 – Ovos pintados de Páscoa

Existente em vários outros povos eslavos, particularmente entre os ucranianos, a tradição dos “pisanki”, ou ovos pintados no Sábado Santo, representa a nova vida oferecida a todos pela Ressurreição. Trata-se da casca de ovos de galinha, que vão sendo guardadas ao longo de meses: a clara e a gema são consumidas, mas procura-se preservar a casca para poder pintá-la nessa bela tradição pascal.

Leia também: Chá poderoso: Para tratar Lúpus, Artrite, Fibromialgia e Esclerose Mútipla

Os ovos pintados podem ser apenas ornamentais, mas, conforme variações dessa mesma tradição, adotadas em vários outros países, pode-se também recheá-los com amendoim. As crianças participam de todo o processo de pintar as cascas e recheá-las, aprendendo sobre o seu significado – além, é claro, de quebrá-las ao longo dos dias seguintes para comer os amendoins! Bem diferente da pobre e vazia “tradição” consumista ocidental de comprar caríssimos ovos de chocolate, literalmente “ocos” de significado espiritual…

3 – Bênção da comida

Também no Sábado Santo, cestos de comida são levados à igreja para ser abençoados pelo pároco. É invocada a bênção de Deus para os alimentos e para a festa da Páscoa.

4 – A “Segunda-Feira Molhada”

Como a liturgia pascal dá grande ênfase ao sacramento do batismo, os meninos poloneses desenvolveram a tradição de jogar água nas meninas na segunda-feira de Páscoa. Essa tradição é mantida até hoje como festa popular pelos poloneses e polonesas, que não lhe atribuem nenhuma conotação sexista.

Além das crianças, a brincadeira envolve também os homens e mulheres adultos que desejarem participar. Quem não gosta ou não quer, não participa.

Via: Aleteia

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS