Bem-vindo ao maravilhoso e estranho mundo das suculentas! Essas plantas ornamentais têm formas surpreendentes que as fazem parecer com os sonhos de um ilustrador de fantasia. Separamos um lista de 10  suculentas mais impressionantes que você já viu. Então role para baixo, vote seus favoritos e compartilhe esta postagem com seus amigos que adoram plantas.

Suculentas claras

As suculentas são excelentes para sobreviver em climas secos e quase todos os cactos são suculentas, mas nem todas as suculentas são cactos. Suculentas são plantas muito populares. As probabilidades são de que, se você passear por qualquer escritório, verá pelo menos uma delas. Infelizmente, nem todo mundo sabe cuidar de suas suculentas – posso dizer por experiência própria que é muito mais difícil do que deveria ser!

Suculenta “orelha de coelho”

Algumas das plantas fantasticamente estranhas, como a cauda da sereia ou as suculentas claras, parecem de outro planeta e algo que os alienígenas mantêm em suas mesas alienígenas em seus escritórios alienígenas.

Se você deseja obter uma dessas suculentas peculiares para si ou para seus entes queridos como presente, a sereia é chamada Senecio Vitalis, com cristal, enquanto a mais clara é a planta Haworthia Cooperi.

Suculenta incomum

Suculenta Trachyandra

Suculenta Albuca

Em geral, as suculentas precisam de muita luz e você precisa girá-las ocasionalmente para que todas as partes possam aproveitar o sol e ajudá-lo a crescer reto.

O excesso de rega é um grande problema, então verifique o solo regularmente: se estiver seco, prepare seu regador. Além disso, lembre-se de que as suculentas precisam de mais água durante a primavera e o verão e quase não precisam de água no outono e no inverno quando estão ‘descansando’. Por fim, limpe a poeira de suas suculentas para ajudá-las a crescer e se tornar sua planta perfeita.

Suculenta Lithops

Suculenta Conophytum bilobum

Suculenta desconhecida

Suculenta Euphorbia

Suculenta incomum

Bônus:

Suculenta Pageae

Texto originalmente publicado no Bored Panda, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS