Em uma tarde de domingo, Giseli Cristina Sanches de 39 anos comemorava o chá de bebê dos seus trigêmeos junto com amigos e familiares.

Gisele morava no interior de São Paulo na cidade de Jales, porém uma hora depois da festinha começou a apreensão muito grande na família da gestante.

A pressão arterial de Giseli subiu  muito e foi necessário chamar o SAMU, porém no caminho do hospital aconteceu o que ninguém queria: a gestante de sete meses sofreu uma parada cardíaca e morreu.

Naquele momento a equipe médica começou uma batalha contra o tempo para salvar os três bebês. Infelizmente um dos bebês nasceu mortos e os outros dois foram transferidos para uma UTI neonatal, mas também vieram a óbito 2 dias depois do parto.

Por já ter 39 anos anos, a gravidez de gêmeos era considerada de risco e Giseli fazia um acompanhamento médico.

Leia também: Alzheimer é completamente invertido removendo apenas uma enzima, diz novo estudo

Alguns dias antes de falecer, ela tinha procurado um hospital, por causa de alguns inchaços.

Despedida

Um dia antes da fatalidade, Giseli publicou uma verdadeira declaração de amor ao marido no Facebook.

Ela escreveu partes da musica “Anjo Guardião”, da banda católica Canal da Graça, a letra por sinal é linda!

 “E sempre serei os teus olhos quando a dor te cegar
Te levo em meu colo se o teu passo falhar
Serei um elo entre o céu e você
Pra sempre serei tua luz se a escuridão te assustar
O abraço e o ombro pro teu pranto rolar
Serei um elo entre o céu e você
Sou teu anjo guardião”

E sempre serei os teus olhos quando a dor te cegarTe levo em meu colo se o teu passo falharSerei um elo entre o céu e…

Posted by Giseli Cristina Sanches on Saturday, February 17, 2018

A declaração é linda! Muitos se mostraram comovidos dizendo que a postagem foi uma “despedida”.

Veja o clip da música:

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Com informações: Aleteia

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS