Uma mãe após perder de forma trágica seu filho de 10 anos pede ajuda nas redes sociais para aprovar uma lei chamada Lei Lucas, cujo projeto ela mesma idealizou e apresenta.

A Lei Lucas torna obrigatório que escolas, creches e berçários, públicos e particulares, capacitem os funcionários para prestar primeiros socorros em suas crianças.

Em uma página no Facebook, a mãe relata o caso que aconteceu com seu filho. “No dia 27 de setembro passado, meu unico filho Lucas, de apenas 10 anos, foi com o colégio particular em que estudava, em Campinas/SP, a um passeio de estudo do meio.

No local foi servido, na hora do lanche, cachorro quente. Lucas engasgou com um pedaço de salsicha, não recebeu os primeiros socorros de forma rápida e adequada (manobra de Heimlich ou de desengasgo) e morreu por asfixia mecânica.” relata.

Leia Também: Veja o antes e o depois de 3 garotinhas que lutaram contra o câncer

A página de apoio à lei já conta com mais de 39 mil seguidores.

PARA QUEM ESTÁ CHEGANDO AGORAENTENDAM O CASO, CURTAM E COMPARTILHEM NOSSA PÁGINA!!! No dia 27 de setembro passado,…

Posted by Vai Lucas on Thursday, January 18, 2018

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Fonte: Massa News
Autor: João Carlos Frigério

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS